PROCEDIMENTOS PARA MANUTENÇÃO – PASSO A PASSO 1º Etapa.	 Objetivo inicial: Identificação do serviço a ser prestado e conferência com o pedido de retirada. 	Se houver divergências, informar o cliente e aguardar autorização do serviço.  1. Descarregar e abrir recipiente; (Primeiramente identificar os extintores que são reuso e agente novo);  2. Cadastro / Abertura de O.S / Triagem; (caso tenha identificação de Patrimônio, lançar na O.S) 	Identificar os extintores e componentes com as etiquetas de números de O.S;  	Identificar o serviço e agente extintor com as etiquetas coloridas; 	Retirar os manômetros e as mangueiras dos extintores de baixa pressão de nível 2; 	Não retirar as mangueiras dos extintores de CO2 e nem de baixa pressão de nível 3 ; 	Priorizar os extintores que precisam de pintura e manutenção nível 3;  3. Fazer remoção de rótulo, selo, termo de garantia e cola;  	Evitar remover etiquetas de identificação do cliente, como logotipo e número de Patrimônio;  4. Encaminhar p/ lixamento extintores nível 2 que precisam de pintura e extintores de  manutenção nível 3;  5. Subir todos os extintores. Observação: Caso no lote tenham extintores nível 3, realizar primeiro o teste hidrostático para realizar a pintura com os demais extintores do lote. Caso não tenha extintores de nível 3, inicie a pintura nos extintores, para realizar os próximos procedimentos com o lote completo, se for possível.  2º Etapa Dica: Para facilitar o serviço, a cada procedimento a ser realizado, separe os cilindros/recipientes e componente por tipo de serviço e pressão de ensaio e/ou trabalho;  1. Verificar Peso Cheio / Peso vazio da plaquinha do CO2 com os componentes e abrir o cilindro;  2. Providenciar teste hidrostático, e no caso dos extintores de CO2, verificar rosca antes de realizar o teste; 	Encaminhar para secagem, marcação de teste e troca de válvula para pintura; 	Puncionar condenado se for o caso.  	Realizar limpeza da válvula, teste hidrostático e pneumático das válvulas; 	Nos extintores de CO2 nível 3 realizar a substituição do disco, arruela e bujão. 	Realizar pintura nos recipientes/cilindros*  2. Iniciar os procedimentos necessários no setor de testes de componentes, separando os extintores pelas válvulas que são teste pneumático e apenas limpeza, dando prioridade nos cilindros/recipientes que precisam ser encaminhados imediatamente para pintura, junto com os extintores de nível 3*; 	Realizar em 25% do lote o teste pneumático nas válvulas, podendo abater na quantidade dos extintores nível 3. 	Fazer a limpeza da válvula, inspeção visual interna e verificação do tubo sifão em 100% dos extintores; 	Realizar teste de vazamento nas válvulas de CO2, nos extintores nível2 verificar disco, arruela e bujão. 	Verificar condutividade das mangueiras de CO2, antes e depois do teste hidrostático;  7. Realizar teste hidrostático nas mangueiras dos extintores nível 3; 8. Realizar em 100% do lote os testes hidrostáticos nos manômetros. 10. Colocar os manômetros nos extintores e válvulas 11. Encaminhar os extintores para carregamento dos agentes – Pó BC, Pó ABC, Água, Co2 e/ou E.M 12. Após o envaze do agente, realizar a pressurização, não se esquecer de verificar se o manômetro está apertado; 13. No setor de acabamento, rotular extintores identificando a capacidade extintora; 	Verificar manômetro de acordo com a O.S,  	Verificar se os componentes estão de acordo com o cilindro/recipiente; 	Nos extintores de nível 3, verificar a existência da marcação do último reteste; 	Verificar a necessidade de retoque na pintura;

“Alguns preços de serviços de manutenção de extintores são tão baixos que não cobrem nem o custo do transporte. O pior é que o cliente acha que está pagando barato por algo que não foi feito” Prof. Rodnei

 

Para segurança do Patrimônio e vidas, não opte pelo menor preço e sim pelo MELHOR PREÇO.

Previna-se, se o extintor falhar, talvez você não tenha uma segunda chance.